Dicas e Informações

Se o SAAE toma todos os cuidados necessários para tratar a água, o consumidor também deve fazer a sua parte para preservá-la das impurezas e evitar os desperdícios. Para isso, o SAAE dá algumas dicas.

Dicas para economizar água

Banho
Ao ensaboar-se, feche as torneiras. Não deixe a torneira aberta enquanto ensaboa as mãos, escova os dentes ou faz a barba. Evite banhos demorados. Reduzindo um minuto do seu banho, você pode economizar de 3 a 6 litros de água.

Vaso sanitário
Não acione demais a descarga do banheiro (no caso de acionadores por válvulas).

Torneiras
Instale torneiras com aerador ("peneirinhas" ou "telinhas" na saída da água). Ele dá a sensação de maior vazão, mas, na verdade, faz exatamente o contrário.

Louça
Lave as louças em uma bacia com água e sabão e abra a torneira só para enxaguar. Use uma bacia ou a própria cuba da pia para deixar os pratos e talheres de molho por alguns minutos antes da lavagem, pois isto ajuda a soltar a sujeira. Utilize água corrente somente para enxaguar.

Verduras
Para lavar verduras, use também uma bacia para deixá-las de molho (pode ser inclusive com algumas gotas de vinagre), passando-as depois por um pouco de água corrente para terminar de limpá-las.

Roupa
Lave de uma vez toda a roupa acumulada. Deixar as roupas de molho por algum tempo antes de lavar também ajuda. Ao esfregar a roupa com sabão use um balde com água, que pode ser a mesma usada para manter a roupa de molho. Enquanto isso, mantenha a torneira do tanque fechada. Enxague também utilizando o balde e não água corrente. Se você tiver máquina de lavar, use-a sempre com a carga máxima e tome cuidado com o excesso de sabão para evitar um número maior de enxágues.

Jardins e plantas
Regar jardins e plantas durante 10 minutos significa um gasto de 186 litros. Você pode economizar 96 litros se tomar estes cuidados:

  • Regue o jardim durante o verão pela manhã ou à noite, o que reduz a perda por evaporação;
  • Durante o inverno, regue o jardim em dias alternados e prefira o período da manhã;
  • Use uma mangueira com esguicho tipo revólver;
  • Cultive plantas que necessitem de pouca água (bromélias, cactos, pinheiros, violetas);
  • Molhe a base das plantas, não as folhas;
  • Utilize cobertura morta (folhas, palha) sobre a terra de canteiros e jardins. Isso diminui a perda de água;
  • Evite lavar o carro com mangueira. Utilize balde.

Verificando vazamentos

Na tubulação que leva água até a caixa d'água:

  1. Deixe o registro do padrão aberto;
  2. Feche bem todas as torneiras e não use os sanitários;
  3. Vede todas as bóias da caixa d'água;
  4. Faça a leitura do hidrômetro. Após uma hora, através de uma nova leitura, verifique se houve alterações nos dados registrados. Se o seu hidrômetro possuir uma bolinha preta, verifique se a mesma está girando. Em caso afirmativo, há vazamento na tubulação entre o hidrômetro e a caixa d’água.

Na válvula ou na caixa de descarga:

  1. Jogue cinza de cigarro no vaso sanitário. Se a cinza ficar depositada no fundo do vaso, não há vazamento. Caso contrário, há vazamento na válvula ou na caixa de descarga;
  2. Você pode também esvaziar todo o vaso sanitário e secá-lo. Se ele tornar a encher sem que se dê descarga, há vazamento.

Na instalação alimentada pela caixa:

  1. Vede bem a bóia;
  2. Feche as torneiras e não use os sanitários;
  3. Marque o nível da água na caixa;
  4. Depois de uma hora, confira o nível da água;
  5. Se o nível baixar, existe vazamento na tubulação, nos sanitários ou na própria caixa.

Atenção: O extravasor deve estar posicionado acima do nível da bóia.

Em reservatórios de edifícios:

  1. Feche o registro do hidrômetro ou encha a caixa d'água até o nível da bóia;
  2. Feche os registros de limpeza e de saída de água;
  3. Marque o nível da água no reservatório;
  4. Se depois de duas horas o nível baixar, há vazamento;
  5. Nesse caso, verifique se o registro de limpeza não tem defeitos ou se existe trinca no reservatório.

Se qualquer um dos testes indicar a presença de vazamentos, chame um profissional competente para resolver o problema.

Limpeza da caixa d'água

Manter a caixa d'água limpa é manter a qualidade da água que o SAAE leva até a sua casa. Uma garantia de saúde para você e sua família. Caixas d'água em más condições podem criar um meio propício ao desenvolvimento de microorganismos não encontrados na água tratada. Para resguardar a qualidade da água, recomenda-se a limpeza e a desinfecção semestrais da caixa d'água.

  1. Esvazie a caixa d'água;
  2. Escove bem as paredes e o fundo. Não use escovas de aço;
  3. Lave bem a caixa d'água com jatos fortes de água;
  4. Prepare uma solução de cloro com 1 litro de água sanitária diluída em 5 litros de água;
  5. Com uma brocha ou pano, espalhe a mistura no fundo e nas paredes da caixa;
  6. Espere no mínimo meia hora, para que a solução de água sanitária possa agir, desinfetando a caixa;
  7. Lave novamente a caixa com um jato forte de água pura. É importante deixar a água escorrer. A caixa d'água deve ficar vazia.
  8.  Agora é só encher novamente a caixa d'água. Não se esqueça: repita esta mesma operação dentro de 6 meses.

Caixa de Esgoto

Cuidados com a rede de esgoto da sua casa:

Em casa
Construir corretamente a caixa de gordura - que recebe a água da cozinha - e também a caixa de passagem - que recebe as águas do banheiro e do tanque - é viver com mais saúde, mais higiene e mais conforto.

No banheiro
Aqui você também precisa ter muito cuidado. Toco de cigarro, absorvente, papel, grampo, camisinha e outros objetos devem sempre ser jogados no lixo e não no vaso sanitário. Com isso, você estará colaborando para o bom funcionamento da rede de esgoto da sua casa e evitando os transtornos causados pelo seu entupimento.

Na cozinha
Jogue cascas de frutas e legumes, restos de verduras e sobras de comida no lixo, e não na pia. Fazendo isso, você estará evitando entupimentos na rede de esgoto da sua casa.

Na caixa de gordura
Ela também exige cuidado especial. Verifique, mensalmente, o estado da caixa de gordura. Sempre que houver uma camada de gordura boiando, ela deve ser retirada, colocada em um saco plástico e em seguida jogada no lixo. Agindo assim você evitará entupimentos, transbordamentos, mau cheiro e outros aborrecimentos.

No tanque
Você também deve ter alguns cuidados. Use sempre o ralinho ou a grade de proteção para que pequenas peças de roupa não entrem pelo esgotamento do tanque, provocando entupimento na rede de esgoto.

Tubulação para o escoamento da água de chuva
Jamais deve ser ligada à rede de esgoto. O aumento do volume de água escoando dentro da rede de esgoto arrebenta o encanamento e pode provocar refluxo do esgoto para dentro da sua casa ou de quem mora nas partes mais baixas da cidade. O destino da água de chuva é a rede pluvial. Se não houver rede pluvial, a água de chuva deverá escoar para a rua.